Dia 1 de Junho - Dia Mundial da Criança


Porque acreditamos que a formação das crianças e dos jovens não termina, nem se limita à componente lectiva, pretendemos marcar o Dia Mundial da Criança com um vasto leque de actividades extra-curriculares que complementem as actividades, ditas lectivas, dos beneficiários apoiados.

Favorecedoras do desenvolvimento da criança, as actividades extra-escolares tornam-se, efectivamente, ingredientes indispensáveis para o seu enriquecimento cultural e social.

Foi a 1 de Junho de 1950 que se celebrou pela primeira vez o Dia Mundial da Criança. Nesse dia, dá-se especial atenção às crianças, oferecem-se presentes e organizam-se actividades recreativas.

Desta feita, pretendemos que o dia 1 de Junho, não passe despercebido junto das crianças apoiadas.

Um lanche rico em corantes e alegria, várias actividades lúdicas e jogos tradicionais, marcaram as celebrações do Dia Mundial da Criança nas 7 instituições apoiadas pelo Projecto Ser Humano.

Na Casa Madre Maria Clara o programa começou às 13.30 do dia 30 de Maio, sexta-feira, uma vez que o dia 1 (domingo) coincide com o dia das comemorações religiosas habituais na casa.

As primeiras horas da tarde foram marcadas pelos jogos - "passagem do testemunho" e "cabra-cega" -, cantos e danças para abrir o apetite e quando a fome falou mais alto, o lanche foi servido. Contou-se com um total de 90 crianças para encherem os balões, provarem os bolos, as bolachas e os sumos, gentilmente oferecidos pela pastelaria "Pérola de Maputo" em parceria com o Projecto Ser Humano. No final do dia, todas juntas, assistiram à comédia "Banana Joe".

Para as mais pequenas, o dia 1 de Junho teve um sabor especial. Cerca de 15 meninas com idades compreendidas entre os 5 e os 7 anos de idade, foram convidadas a passar uma parte da tarde na gelataria "Gianni", onde se pode ver pelas fotografias, foram pintadas, forem-lhes oferecidos presentes, balões e, naturalmente, gelados!

   

No que toca ao Centro Menino Jesus da Manhiça, o Dia Mundial da Criança foi celebrado no próprio domingo dia 1. E para cedo começar diferente, as meninas entraram num campeonato de futebol com uma equipe da Manhiça (da Escola Secundária da Manhiça), no pátio situado em frente ao centro.

Enquanto um grupo de meninas preparáva o lanche, o grupo cultural interno apresentou um número de dança e desfil dentro de casa. Bolos, refrescos, balões e bolachas, foram alguns mimos dos oferecidos pelo Projecto Ser Humano.

Por ocasião do 1 de Junho, o projecto Ser Humano pretende também proporcionar um dia diferente aos beneficiários acolhidos no Centro das Irmãs Servas de Santa Maria do Cenáculo, em Gaza. O lanche está marcado para o próximo dia 5 de Junho, quinta-feira, uma vez que hoje, dia 1, as crianças vão viajar para o Parque Natural Kruger, na vizinha África do Sul. Porque o assunto é diversão, a distribuição de brinquedos (gentilmente oferecidos por um doador português) estará entre as grandes atracções do dia.

Na Casa do Gaiato em Maputo, as comemorações do Dia 1 de Junho iniciáram-se às 13:00, na Capela da Casa do Gaiato com uma actuação musical. A primeira parte da tarde esteve marcada pela apresentação dramática sobre os "Direitos da Criança", peça teatral encenada pelos próprios alunos da Casa do Gaiato.

Sendo uma casa exclusivamente de rapazes, actividades como jogos de futebol e atletismo não poderiam faltar. Os mais novos foram a audiência destas competições, ao mesmo tempo que jogavam ao "jogo do saco", "jogo dos ovos", "jogo dos balões" e "jogo dos sapatos".

Quando a tarde já ia longa, deu-se início aos tão aguardados concursos de cultura geral e de pintura. No final foram distribuidos prémios aos vencedores (bolas, vestuário, calçado, rebuçados e material escolar). No final do dia, quando a fome se fiz sentir, o lanche foi servido dentro do refeitório da Casa do Gaiato. A grande novidade deste ano, prendeu-se com o facto de que todas as actividades desta tarde foram transmitidas em directo pela Rádio Moçambique, a convite desta. 

No Centro de Moatize - Acoma, na província de Tete, ainda não se sabe ao certo quais as actividades lúdicas desenvolvidas nesta tarde de dia 1 de Junho, apenas sabemos que as crianças terão direcito a um lanche especial, oferecido pelo Projecto Ser Humano em honra deste dia. Até ao momento, entre as cerca de 60 crianças desta casa, a surpresa reina e as expectativas já vão altas.

Ainda no norte, nomeadamente em Tete, as crianças do Centro de S. José de Cluny, receberam uma visita especial de um grupo de voluntários local que se disponibilizou para oferecer um lanche a meio da manhã servido no próprio centro de acolhimento.

O convite chegou por escrito, pelo segundo ano consecutivo, para que as crianças do Centro de S. José de Clunny fossem animar a tarde, de crianças hospitalizadas no Hospital Províncial de Tete, um convite feito em nome da directota deste hospital. No final da actuação, que contemplou jogos, cantos e danças, o hospital teve o prazer de oferecer um almoço a todas as crianças convidadas.

No Centro Juvenil Casa Madre Maria Clara, no Gurué, as celebrações do dia 1 de Junho não são vividas com tanto entusiamo como nos restantes centros. Se por um lado a idade das meninas (entre os 16 e os 18) já não justifica a celebração desta data, por outro não é permitido a este nível, o país interromper as aulas para celebrar o dia 1 de Junho. No entanto, no dia 14 de Junho, dia da padroeira deste centro e escola, Madre Maria Clara do Menino Jesus, haverá várias actividades na escola, nomeadamente, jogos, apresentações ciêntificas, exposições dos trabalhos feitos na olaria, costura, cestaria, artesanato e várias actividades culturais. Nesse dia será servido um almoço para os cerca de 800 alunos desta escola.